Me diz o que posso fazer para acabar com essa dor que está dentro de você
Me diz onde foi que eu errei
Se foi eu que tudo isso causei
Me diz a verdade para que eu tenha a minima chance de pedir desculpas da forma mais sincera possível

Me diz
Seria eu o motivo?

Quando confesso o que sinto a ti
Pareço causar mais abismo?

Seria eu o motivo?

Quando pego uma chave e abro o meu coração
Eu te amo.
Tu me estenderia, ainda, a mão?

Pra você não existe mais conexão?

Seria eu o motivo?

Me diz o que tu sente
Só assim talvez a gente enfrente

E se eu for o motivo
Sinto muito
Desculpa, eu reconheceria meu erro
Enfrentaria as consequências de escolhas tomadas ao longo de todo esse tempo

Se eu for o motivo
Sinto muito por causar dias de tristeza
Por gerar inquietude
Por ter me descuidado e agido de forma infantil quando não havia necessidade
Sinto muito por todos os momentos de angústia que gerei em você
Por fazer você sentir tudo isso

Eu sinto muito.
E se for eu o motivo
Por favor, me fale
Pra que eu possa ao menos me desculpar.

em um estado de perplexidade permanente com aquilo que chamam de amor

em um estado de perplexidade permanente com aquilo que chamam de amor