O vôo dos pássaros alcançam o meu coração e repentinamente desejo voar como eles também
A gaiola que me anseia é mais densa que um vintém
A bedita da liberdade que a gente pensa que tem
Hoje já não sei onde ela foi parar
Mas sei que sinto uma vontade imensa de voar
Voar entre as ruas, entre o som do teu cantar
Voar olhando para as estrelas que desaguam no mar
Voar sem asas, até um dia te encontrar.

--

em um estado de perplexidade permanente com aquilo que chamam de amor

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store