Na antítese dos teus pensamentos,
Fui aliteração
Fiz ressoar aí dentro
As consoantes das nossas metáforas
Nunca fomos de eufemismos
Eram, sim, as hipérboles
A darem vida a um amor, outrora, metonímia

em um estado de perplexidade permanente com aquilo que chamam de amor

em um estado de perplexidade permanente com aquilo que chamam de amor