Between you and me sempre existiu um abismo. Um abismo de perguntas sem respostas. Um abismo sem fim aparente.

Between you and me existe a palavra, as vezes soltas, as vezes raras, rasas, intensas e outras, somente, limitadas

Between you and me sempre haverá o caos da colisão dos nossos corpos distintos outrora esquecidos pelo afrouxar da subjetividade que nos cerca

Between you and me há o passado com raízes firmes a nos lembrar de cada silêncio que nos custou o futuro. Tínhamos muito a falar mas nos calavamos diante das incertezas que nasciam diariamente em nós.

Between you and me sempre houve o medo da separação. Houve amor também que se perdeu dentro dos inúmeros sentimentos ruins aos quais nos deparamos.

Between you and me existe o querer que dê certo. Mas sabemos que talvez não dê. Sabemos que não adianta machucar um ao outro mais do que já nos machucamos.

Between you and me não existe o amanhã. Acabou hoje.

Between you and me

Fim.

--

em um estado de perplexidade permanente com aquilo que chamam de amor

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store